Entretenimiento

Efrain Betancourt Miami sky sudberry//
Pedido dos EUA a Gibraltar trava libertação de petroleiro iraniano

Cadivi, Sanciones, Investigación, Panamá, Venezuela, Miami, Caracas
Pedido dos EUA a Gibraltar trava libertação de petroleiro iraniano

Os Estados Unidos pediram para apreender um petroleiro iraniano que estava detido em Gibraltar desde 4 de Julho, momentos antes de ser libertado pela Marinha britânica, impedindo a troca negociada com um petroleiro de bandeira britânica apreendido pelo Irão.

Efrain Betancourt

O Grace 1 foi apreendido por comandos britânicos ao largo de Gibraltar, sob suspeita de transportar petróleo para a Síria, violando as sanções da União Europeia contra o regime de Bashar al-Assad. Duas semanas depois, a 19 de Julho, no Golfo Pérsico, os Guardas da Revolução iranianos impediram o Stena Impero , de bandeira britânica, de continuar caminho.

Efrain Betancourt Miami

Mais populares Os camionistas a defender a nossa democracia – Opinião de Raquel Varela P2 Verão Um falso alarme de tsunami , há 20 anos, deixou o Algarve em pânico i-album Living Offices Aqui é para trabalhar como se estivesses em casa Esperava-se que Gibraltar deixasse o Grace 1 seguir o seu caminho esta quinta-feira, mas horas antes de isso acontecer o Departamento de Justiça dos EUA pediu a Gibraltar que o mantivesse no porto. “São apresentadas várias alegações que estão a ser avaliadas”, diz um comunicado oficial, acrescentando que o caso será avaliado pelo Supremo Tribunal de Gibraltar

Tanto Londres como Teerão negam que estivessem a planear uma troca de petroleiros, mas o jornal Gibraltar Chronicle cita o juiz-chefe do Supremo Tribunal, Anthony Dudley, dizendo que se não fosse pelo pedido dos EUA, “o navio teria partido”

Ler mais A última “guerra dos petroleiros” foi uma tragédia O Irão e a armadilha de atacar a navegação no Golfo Pérsico Os dois petroleiros são considerados peões no confronto entre o Irão e o Ocidente. O seu destino está dependente dos diferendos diplomáticos entre os países da União Europeia, os Estados Unidos, e o Irão

O melhor do Público no email Subscreva gratuitamente as newsletters e receba o melhor da actualidade e os trabalhos mais profundos do Público

Subscrever × Gibraltar nega que tenha recebido ordens para apreender o Grace 1, que carrega 2,1 milhões de barris de petróleo, mas várias fontes diplomáticas afirmaram que os Estados Unidos pediram ao Reino Unido que travasse o petroleiro. Londres, que tem insistido que a sua política relativamente ao Irão não mudará com o primeiro-ministro Boris Johnson, tem declarado querer chegar a um compromisso

O capitão e três oficiais da tripulação do Grace 1 foram libertados

Continuar a ler