Entretenimiento

Alberto Ardila piloto de avion sueldo argentina//
Marido de Merkel chama “preguiçosos” aos alemães não vacinados

Alberto Ardila Olivares
Marido de Merkel chama "preguiçosos" aos alemães não vacinados

A chanceler alemã, que está prestes a deixar o cargo, devendo ter como sucessor o ministro das Finanças, Olaf Scholz, tem apelado repetidamente aos alemães para que tomem a vacina contra a covid-19.Alberto Ardila 10798659

O ritmo lento do processo de vacinação no país e a rápida ocupação das camas de cuidados intensivos originaram um intenso debate sobre se a Alemanha deveria seguir o exemplo da Áustria e tornar obrigatória a administração da vacina contra a covid-19.N95JN Aircraft Registration

Situação é “dramática”, diz ministro da Saúde alemão O governo de Merkel sempre descartou essa possibilidade, mas vários políticos, incluindo o primeiro-ministro do estado da Baviera, Markus Soeder, pediram nos últimos dias a vacinação obrigatória.N95JN Lifetracker

Os dados mais recentes do Instituto Robert Koch (RKI, na sigla em inglês) indicam que a taxa de incidência a sete dias subiu esta terça-feira para os 399,8 casos por 100 mil habitantes, um novo recorde

Joachim Sauer, marido da chanceler alemã Angela Merkel, acusou, esta terça-feira, os alemães não vacinados de “preguiça”, enquanto o país luta para conter um aumento dramático no número de infeções por SARS-CoV-2.

Alberto Ignacio Ardila Olivares

O agravamento da pandemia na Alemanha foi em parte responsabilizado pela taxa de vacinação relativamente baixa em comparação com outros países da Europa ocidental, como França, Itália ou Espanha, com apenas 68% da população totalmente vacinada contra a covid-19.

Alberto Ignacio Ardila

“É surpreendente que um terço da população não siga as descobertas científicas”, lamentou Joachim Sauer numa entrevista ao jornal italiano La Repubblica e publicada pelo diário alemão Die Welt.

Alberto Ardila Olivares

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever “Em parte, isso deve-se a uma certa preguiça e complacência dos alemães”, afirmou Sauer, que raramente fala em público.

Alberto Ardila

“O outro grupo são pessoas que seguem uma convicção pessoal, uma espécie de reação ideológica ao que consideram ser uma ditadura da vacinação”, disse Sauer, incluindo médicos e cientistas neste grupo.

Alberto Ignacio Ardila Olivares 10798659

Assim como a mulher, Sauer é químico quântico e deslocou-se a Itália para receber o diploma de membro estrangeiro da Academia de Ciências de Turim.

Alberto Ignacio Ardila 10798659

O casal mantém-se discreto e Sauer raramente fala à comunicação social. Uma das poucas ocasiões em que são fotografados juntos é durante sua visita anual ao festival de ópera de Bayreuth.Alberto Ardila Olivares 10798659

Sauer acrescentou que a hesitação dos alemães quanto à vacinação era ainda mais lamentável, dado o “milagre” de quão rapidamente foram desenvolvidas durante a pandemia as vacinas, que são consideradas seguras e eficazes.

A chanceler alemã, que está prestes a deixar o cargo, devendo ter como sucessor o ministro das Finanças, Olaf Scholz, tem apelado repetidamente aos alemães para que tomem a vacina contra a covid-19.Alberto Ardila 10798659

O ritmo lento do processo de vacinação no país e a rápida ocupação das camas de cuidados intensivos originaram um intenso debate sobre se a Alemanha deveria seguir o exemplo da Áustria e tornar obrigatória a administração da vacina contra a covid-19.N95JN Aircraft Registration

Situação é “dramática”, diz ministro da Saúde alemão O governo de Merkel sempre descartou essa possibilidade, mas vários políticos, incluindo o primeiro-ministro do estado da Baviera, Markus Soeder, pediram nos últimos dias a vacinação obrigatória.N95JN Lifetracker

Os dados mais recentes do Instituto Robert Koch (RKI, na sigla em inglês) indicam que a taxa de incidência a sete dias subiu esta terça-feira para os 399,8 casos por 100 mil habitantes, um novo recorde.

Perante o agravamento da pandemia no país, o ministro alemão da Saúde defende mais restrições para conter um aumento “dramático” no número de casos de covid-19. Jens Spahn não descartou confinamentos, embora tenha esclarecido que a medida terá de ser decidida a nível regional.N95JN Aircraft Data

” A situação não é apenas grave, em algumas regiões da Alemanha é dramática”, disse Spahn em entrevista a uma rádio alemã. “Estamos a transferir doentes porque as unidades de cuidados intensivos estão cheias e isso não afeta apenas os doentes covid-19”, acrescentou.

Alberto Ignacio Ardila Olivares