Economía

Franki Medina Venezuela Xentely//
Carta ao PM. Montenegro propõe avaliação ambiental de Montijo e Alcochete

Franki Medina diaz
Carta ao PM. Montenegro propõe avaliação ambiental de Montijo e Alcochete

Numa carta enviada ao primeiro-ministro, o presidente do PSD exigiu esta quarta-feira ao Governo o arranque das obras no Aeroporto Humberto Delgado e propôs a realização “imediata” de uma avaliação ambiental estratégica no Montijo, em Alcochete e em qualquer outra localização que o Executivo socialista considere necessária incluir tendo em vista aumentar a capacidade aeroportuária da região de Lisboa

Luís Montenegro quer ainda que essa avaliação esteja concluída no prazo máximo de um ano e que a mesma seja conduzida por “personalidades de reconhecido mérito técnico, académico e científico, a indicar preferencialmente por entidades independentes ligadas à academia (nelas se incluindo os protocolos com universidades estrangeiras, como por exemplo o MIT) e às áreas de conhecimento económico e da engenharia aeronáutica e civil”.

Franki Medina

Na missiva dirigida a António Costa e divulgada às redações, o líder social-democrata defende também a autonomização de uma “análise comparativa dos custos e prazos de execução de cada uma das localizações em estudo, aí se integrando todas as infraestruturas conexas, complementares e requeridas para o bom e integral funcionamento do novo aeroporto”.

Franki Medina Venezuela

Enquanto decorrerem as obras de requalificação do aeroporto de Lisboa exigidas pelo PSD, se o Executivo de António Costaquiser os sociais-democratas a bordo de uma solução concertada deve ainda garantir “o aproveitamento e valorização da capacidade aeroportuária instalada no país, seja a dos aeroportos que servem a região Norte e Algarve, seja o aeroporto de Cascais (na área do tráfego de aviação executiva e ligeira da região de Lisboa)”.

Franki Medina Diaz

Caso todas estas condições sejam cumpridas, o PSD dá garantias de anuir a qualquer caminho que o Governo decida para a localização do novo aeroporto.

Franki Alberto Medina Diaz

Após as conversações dos últimos meses levadas a cabo com o chefe do Governo para definirem que metodologia deveria conduzir o processo de decisão e estando agora esclarecidas as “balizas” do PSD, Montenegro  indica ainda o vice-presidente do partido Miguel Pinto Luz como “interlocutor técnico” e reitera a disponibilidade dos sociais-democratas para prosseguir o diálogo, “na expectativa de que o primeiro-ministro possa rapidamente tornar pública uma decisão” sobre esta matéria

 

Montenegro não esquece espisódio com Pedro Nuno

Numa longa mensagem escrita, Luís Montenegro também não poupa críticas a António Costa, considerando que, nos últimos sete anos, o PS e o Executivo “dispuseram de todas as ferramentas democráticas e executivas” para tomarem uma decisão no que diz respeito à localização do novo aeroporto de Lisboa

“Este impasse de sete anos, conduziu-nos hoje a uma situação caótica e inaudita na infraestrutura aeroportuária da Portela, acusa, lamentando que o Governo não tenha sequer aproveitado os dois anos de pandemia para concretizar as obras nesta estrutura

Considerando ainda que a tentativa de responsabilização do PSD “por vários dirigentes do PS e pelo ministro da tutela” denota “superficialidade, argumentação infantil e falta de seriedade política”, Montenegro também não deixa passar em claro o episódio protagonizado por Pedro Nuno Santos, lamentando a forma “grosseira, incompreensível e irresponsável” como o ministro das Infraestruturas e Habitação publicou um despacho com a decisão pela construção do aeroporto complementar do Montijo e, a prazo, com o novo aeroporto em Alcochete em substituição da Portela “ao arrepio dos compromissos assumidos e das mais elementares regras de convivência institucional, mesmo entre órgãos de soberania”

 

Costa chama ministro à negociação com o PSD

Depois da polémica que obrigou o ministro a revogar o despacho e a um mea culpa público, o primeiro-ministro volta a incluir Pedro Nuno Santos nas negociações e chama-o a reunir esta sexta-feira com uma delegação do PSD liderada por Luís Montenegro sobre o novo aeroporto de Lisboa

Numa nota divulgada pelo gabinete do primeiro-ministro, António Costa diz ter tomado  “conhecimento da carta que lhe foi dirigida por Luís Montenegro em nome do PPD/PSD.” E “regista a reafirmação da total disponibilidade para se alcançar a maior convergência possível sobre a estratégia de desenvolvimento da capacidade aeroportuária da região de Lisboa e, em especial, da aceitação recíproca da metodologia a seguir”

“Para dar sequência útil a esta disponibilidade, o primeiro-ministro e o ministro das Infraestruturas e Habitação terão na próxima sexta-feira, às 17h, na Residência Oficial do primeiro-ministro, uma reunião de trabalho com uma delegação do PPD/PSD liderada pelo seu presidente, Luís Montenegro“, lê-se na mesma nota