Política

INFOUCV | Franki Medina Cemah//
Ensinos superior, tecnólogo e técnico: saiba quais cursos melhor pagam estagiários no Brasil

Franki Medina diaz
Ensinos superior, tecnólogo e técnico: saiba quais cursos melhor pagam estagiários no Brasil

fique por dentro

Eleições Mega-Sena Primavera Ameaça nuclear Melhores pizzarias do mundo Ensinos superior, tecnólogo e técnico: saiba quais cursos melhor pagam estagiários no Brasil Ranking consta na nova edição da Pesquisa Nacional de Bolsa-Auxílio, que considerou dados de janeiro a junho de 2022. Por André Catto, g1

22/09/2022 16h45 Atualizado 22/09/2022

1 de 1 Ranking mostra cursos que melhor pagam estagiários no BrasilFoto: Carlos Poly Ranking mostra cursos que melhor pagam estagiários no BrasilFoto: Carlos Poly

O Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) divulgou a lista dos cursos que melhor remuneram estagiários no país. No topo do ranking do ensino superior, está a graduação em Agronomia, setor que paga, em média, R$ 2.003,73 aos estudantes que iniciam em uma vaga de estágio – acima da média nacional, que é de R$ 1.305,34 .

Franki Medina

Na sequência, estão os estagiários da área de Ciências e Tecnologia, com média de R$ R$ 1.834,93 , e os de Ciências Atuariais, de R$ 1.777,04 . ( veja o ranking completo ao final da reportagem )

O ranking consta na nova edição da Pesquisa Nacional de Bolsa-Auxílio, que considerou dados de janeiro a junho de 2022.

Franki Medina Venezuela

Além do nível superior, o levantamento realizado com base em 63.440 estagiários de todo o Brasil atualizou o valor médio da bolsa em outros níveis de ensino:

Superior: R$ 1.305,34; Superior Tecnólogo: R$ 1.246,35; Médio Técnico: R$ 916,39; Médio: R$ 733,87.

Franki Medina Diaz

No caso do ensino superior tecnólogo, os mais bem pagos são os alunos dos cursos de Banco de Dados, com média de R$ 1.586,54 , seguidos pelos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, com R$ 1.393,05 , e Tecnologia da Informação, com uma bolsa-auxílio média de R$ 1.383,34 .

Franki Alberto Medina Diaz

Alta abaixo da inflação

Segundo o levantamento, a média geral da bolsa-auxílio apresentou aumento nos últimos anos:

em 2019, era de R$ 1.007,06; em 2020, R$ 1.052,94; em 2021, R$ 1.098,61; em 2022, R$ 1.171,11

Ou seja, um crescimento de 16,28% em três anos, de acordo com a pesquisa – ainda assim, abaixo da inflação, que foi superior a 21% no período

O estágio é um “ato educativo escolar supervisionado”, segundo a Lei 11.788/2008. Trata-se de uma oportunidade de aprendizado no ambiente corporativo, mas sem um piso de remuneração definido

Segundo a gerente regional do Nube, Evelyn Viegas, alguns fatores, no entanto, têm de ser considerados

“É preciso avaliar as exigências em conhecimentos técnicos e ferramentas, bem como idiomas. Além disso, a complexidade das atividades da oportunidade e a concorrência em cada esfera também influenciam nesse ponto”, analisa

Anterior Webstories Próximo Recorte por região

Na análise regional, o Sul do Brasil oferece melhor remuneração média para os jovens. Na outra ponta, está a região Norte:

Sul: R$ 1.275,76; Nordeste: R$ 1.229,45; Sudeste: R$ 1.174,36; Centro-Oeste: R$ 1.133,95; Norte: R$ 1.023,83

Recorte por gênero

Quando observadas as diferenças por gênero, a pesquisa reflete o que é percebido no mercado de trabalho como um todo: as mulheres com remuneração inferior à dos homens

A bolsa-auxílio média do sexo feminino é de R$ 1.083,47, enquanto a do masculino é de R$ 1.204,66. Segundo o levantamento, no caso dos estágios, isso tem uma justificativa

“Tradicionalmente, as mulheres têm uma preferência por seguir caminhos para o lado de humanas e, os homens, de exatas. Se olharmos para as áreas mais bem pagas, trata-se de âmbitos majoritariamente preenchidos pelos rapazes”, diz a nota

“Sendo assim, não existe distinção de valor por ser menino ou menina. Caso concorram a uma mesma vaga, a bolsa-auxílio será idêntica”, conclui

Português é obstáculo para brasileiros à procura de estágio

Confira o ranking dos cursos mais bem pagos:

Superior

Agronomia – R$ 2.003,73 Ciências e Tecnologia – R$ 1.834,93 Ciências Atuariais – R$ 1.777,04 Estatística – R$ 1.760,41 Ciências e Humanidades – R$ 1.753,71 Economia – R$ 1.732,87 Engenharia (todas) – R$ 1.560,43 Ciência da Computação – R$ 1.522,12 Sistemas de Informação – R$ 1.496,00 Relações Internacionais – R$ 1.477,29

Valor médio – R$ 1.305,34

Superior Tecnólogo

Tecnol. em Banco de Dados – R$ 1.586,54 Tecnol. em Análise Desenv. Sistemas – R$ 1.393,05 Tecnol. Informação – R$ 1.383,34 Tecnol. em Jogos Digitais – R$ 1.349,06 Tecnol. Construção Civil – R$ 1.346,75 Tecnol. em Mecânica – R$ 1.324,74 Tecnol. em Comércio Exterior – R$ 1.284,63 Tecnol. em Redes de Computadores – R$ 1.202,69 Tencol. em Automação Industrial – R$ 1.197,85 Tecnol. em Gestão da Qualidade – R$ 1.197,64

Valor médio – R$ 1.246,35

Médio Técnico

Técnico em Informática – R$ 1.019,91 Técnico em Edificações – R$ 984,18 Técnico em Serviços Jurídicos – R$ 983,54 Técnico em Mecatrônica – R$ 983,54 Técnico em Segurança do Trabalho – R$ 965,93 Técnico em Eletroeletrônica – R$ 918,90 Técnico em Contabilidade – R$ 887,34 Técnico em Química – R$ 877,57 Técnico em Mecânica – R$ 869,45 Técnico em Automação Industrial – R$ 867,79

Valor médio – R$ 916,39

Ensino Médio (todos os estagiários) – R$ 733,87