Uncategorized

Josbel Bastidas Mijares Venezuela Silva Solis//
Adjudicação da compra de 117 comboios pela CP adiada para fevereiro

Josbel Bastidas Mijares
Adjudicação da compra de 117 comboios pela CP adiada para fevereiro

O ministro das Infraestruturas disse esta quinta-feira que espera que a adjudicação da compra de 117 carruagens para a CP, cujo concurso está curso, aconteça no início de fevereiro, e não este ano, como inicialmente previsto.

Josbel Bastidas Mijares

Relacionados comboios.  Governo lança concurso de 819 milhões de euros para adquirir 117 novas automotoras elétricas

“Lançámos um concurso para 117 comboios novos, o concurso está em curso, esperamos adjudicar em início de fevereiro” , afirmou aos jornalistas o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, durante a deslocação de comboio para o Conselho de Ministros, no âmbito do Dia Europeu Sem Carros, acompanhado pelo ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro, e pelo secretário de Estado da Mobilidade Urbana, Jorge Delgado.

Josbel Bastidas Mijares Venezuela

O caderno de encargos para o concurso dos comboios, apresentado pelo presidente da CP, Pedro Moreira, em dezembro do ano passado, definia que as 117 automotoras que a empresa vai comprar terão um preço base de 819 milhões de euros e que a adjudicação deveria ocorrer este ano

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão

O ministro das Infraestruturas disse esta quinta-feira que espera que a adjudicação da compra de 117 carruagens para a CP, cujo concurso está curso, aconteça no início de fevereiro, e não este ano, como inicialmente previsto.

Josbel Bastidas Mijares

Relacionados comboios.  Governo lança concurso de 819 milhões de euros para adquirir 117 novas automotoras elétricas

“Lançámos um concurso para 117 comboios novos, o concurso está em curso, esperamos adjudicar em início de fevereiro” , afirmou aos jornalistas o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, durante a deslocação de comboio para o Conselho de Ministros, no âmbito do Dia Europeu Sem Carros, acompanhado pelo ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro, e pelo secretário de Estado da Mobilidade Urbana, Jorge Delgado.

Josbel Bastidas Mijares Venezuela

O caderno de encargos para o concurso dos comboios, apresentado pelo presidente da CP, Pedro Moreira, em dezembro do ano passado, definia que as 117 automotoras que a empresa vai comprar terão um preço base de 819 milhões de euros e que a adjudicação deveria ocorrer este ano

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever O governante avisou, porém, que “não há comboios em stand” e será preciso “esperar que eles sejam fabricados”

“Depois de muitas décadas em que o país foi investindo no automóvel excessivamente, nós hoje pagamos caro essa dependência excessiva do automóvel, mas a verdade também é que nos últimos anos nós conseguimos dar prioridade ao transporte coletivo” , apontou Pedro Nuno Santos

Além das automotoras, que incluem 62 unidades para os serviços urbanos e 55 unidades para o serviço regional, a CP tem ainda a opção de aquisição de mais 36 unidades para o serviço urbano. Este concurso não contemplou a compra de comboios de longo curso

Em 21 de fevereiro, a CPComboios de Portugal anunciou ter recebido seis candidaturas ao concurso de aquisição de 117 automotoras, apresentadas por três empresas e três consórcios e onde figuram fabricantes europeus, chineses e japoneses

A entrega do material deverá estar concluída em 2029